JID faz apresentação sobre o COVID-19 ao Conselho Permanente da OEA

A Junta Interamericana de Defesa (JID), representada pelo Presidente do Conselho de Delegados, General de Divisão Luciano José Penna, e pelo Diretor do Colégio Interamericano de Defesa (CID), General de Brigada James E. Taylor, realizou apresentação, por videoconferência, sobre os impactos da pandemia do COVID-19 no hemisfério ocidental para o Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Durante a ocasião, o General Luciano reforçou o comprometimento da JID com a OEA divulgando as principais ações das Forças Armadas dos países membros no combate a pandemia e reportando os resultados da Conferência Virtual sobre os Desafios Militares em tempos de crise.

Por sua vez, o General Taylor ressaltou que o distanciamento social, na maioria dos países americanos, reduziu as fatalidades. Informou, ainda, que a primeira onda do COVID-19 no continente americano, como um todo, deve se encerrar no início de agosto. Porém apontou a possibilidade de que ocorra, ao final de outubro, um segundo pico da doença nos países localizados ao norte do globo terrestre, época na qual se verifica a redução da temperatura nesses locais. Nesse sentido, destacou, também, que podem continuar a ocorrer ondas cíclicas da doença até 2022.

Fotos